• Home
  • Produtos
  • Cisternas

Cisternas

Cisterna

 

INFORMAÇÕES GERAIS

Segurança

  • Para caminhar sobre o tanque é preciso uma segunda pessoa para segurar o mesmo.
  • Devem ser seguidas as instruções para instalação, aterramento, reparos, consertos, etc., para manutenção da integridade das cisternas.
  • O sistema deve ser instalado por profissionais qualificados.
  • Na instalação do sistema, a tampa deve estar fechada para evitar acidentes.
  • Devem ser utilizados acessórios adequados ao tipo de material da cisterna.
  • Não realize conexões com a rede de água potável.

Identificação

  • Toda tubulação de entrada e saída do tanque deve ser identificada com rótulos de “não-potável”.
  • Da mesma forma, as torneiras e os registros devem ser rotulados com a indicação de “não-potável”.

CONDIÇÕES DE INSTALAÇÃO

  • Sempre siga as instruções desse manual e entre em contato com o fornecedor em caso de dúvidas.
  • Não instale a cisterna em áreas de trânsito de veículos. Procure instalar em áreas isoladas ou de trânsito de pessoas apenas.
  • Para instalação em áreas de trânsito de veículos é preciso utilizar peças adequadas e que resistam aos esforços solicitados. Para essa finalidade, procure informações com o fornecedor.

DADOS TÉCNICOS

Capacidade da CisternaPeso Cisterna(Kg)Peso Pescoço (Kg)Peso Tampa(Kg)Comprimento (m)Largura(m)Altura da Cisterna (m)Altura da Cisterna com pescoço (m)
5000L 200 12,5 1,5 2,64 1,70 1,88 2,48

INSTALAÇÃO DA CISTERNA ENTERRADA

Local da construção

  • Analise as características do solo e sua capacidade suporte.
  • Determine altura do lençol freático.
  • Consulte profissional especializado para obtenção dessas informações.
  • Verifique se não haverá trânsito de veículos no local da instalação.

Escavação da área para instalação da cisterna

  • Escave área necessária para possibilitar a instalação da cisterna. A área a ser escavada deve exceder em 0,60 metros as dimensões do tanque em cada lado.
  • A profundidade mínima abaixo do solo que a parte superior da cisterna deve permanecer é de 0,50 metros.
  • Cisterna 5.000 litros: escave área de 3,90 x 3,00 m (comprimento x largura) e profundidade de 2,40 m.
  • A base de apoio do tanque deve ser compactada para evitar deslocamentos do mesmo.
  • Deve-se prever unidade de apoio ao fundo do buraco, para fixar a cisterna e não permitir que a mesma suba e pressione a superfície do solo quando vazia. 
  • A base deve estar plana e horizontal, livre de sujeiras como pedras e outros materiais.
  • A base deve ser projetada para suportar as cargas provenientes da cisterna, considerando seu peso e volume máximos.
  • Recomenda-se efetuar um leito de areia (2,0 cm) para acomodação da base da cisterna.

Ligações em série de cisternas

  • Caso seja necessário o uso de mais de uma unidade de cisterna, é possível sua ligação em série.
  • Os tanques serão ligados por uma tubulação ao fundo.

Enterrando a cisterna

  • A cisterna deve ser enterrada livre de impactos em qualquer direção.
  • Para evitar deformações na cisterna é preciso preencher a mesma com cerca de 1/3 de água antes de iniciar o processo de enterramento.
  • No caso de cisternas com capacidade de 5000 litros, preencher com 1700 litros de água.
  • Enterra-se 30 cm da cisterna nas laterais e compacta-se.
  • Enterra-se mais 30 cm da cisterna nas laterais e compacta-se. Repete-se esse procedimento sucessivamente até cobertura total da cisterna.
  • NUNCA enterre somente um lado da cisterna. Enterre todo o redor uniformemente.
  • Quando o nível de água alcançar a saída, enterre cercando a um nível máximo de 60 cm sobre a tampa.
  • Amontoe a terra sobre a cisterna prevendo a drenagem positiva longe do tanque e permita a colocação de terra na área escavada.

Conexões entre tubulação e cisterna

  • As instalações das tubulações e conexões devem seguir os parâmetros da NBR 5626.
  • As tubulações de alimentação e transbordamento da cisterna devem ter inclinação mínima de 1% na direção do fluxo da água.
  • A tubulação de transbordamento deve ser ligada à galeria pública de águas pluviais ou despejado na sarjeta. NUNCA realize essa ligação na rede pública de esgotamento sanitário.
  • Realize adequadamente as ligações para bombeamento.
  • Utilize conexões em PVC para realizar as instalações internas das cisternas. Elas são compatíveis com o material das cisternas.
  • Instale as entradas e saídas de água nos locais especificados.

INSTALAÇÃO DO PESCOÇO

  • Instale o pescoço após execução das conexões da tubulações.
  • Adicione água complementar ao tanque somente após instalação do pescoço.
  • Evite rotacionar o pescoço após sua instalação.
  • Construa uma área que possibilite acesso a essa região para eventuais manutenções.
  • Limpe a região da rosca do pescoço com sabão neutro.
  • Após sua fixação, utilize silicone para vedar adequadamente.

RECOMENDAÇÕES E INFORMAÇÕES

  • Cuidado na instalação em solos colapsíveis e com nível de água elevado. Instalações nessas condições podem fazer a área de escavação para a instalação da cisterna se desmoronar.
  • A cisterna pode entrar em colapso e seu conteúdo vazar.
  • Não instale a cisterna em caminho de equipamentos pesados ou tráfego de veículos.
  • Sele a tampa com calafetagem de silicone.
  • Evite deixar o tanque vazio por períodos superiores a 3 meses.
  • Localize a cisterna distante de objetos afiados que possam causar vazamentos e punção.

MANUTENÇÃO E LIMPEZA

  • De acordo com a NBR 15.527, a cisterna deve ser limpa e desinfetada uma vez por ano.
  • A desinfecção pode ser realizada com uso de derivados clorados.